Roberto Fernandes assume o América mais uma vez

- publicidade -

Roberto Fernandes assumiu o comando do América. O treinador foi anunciado no cargo pelas redes sociais do clube, após a demissão do técnico Waguinho Dias. A saída de Waguinho aconteceu depois de o treinador perder mais um clássico contra o ABC, no último domingo (2), na Arena das Dunas.

Velho conhecido do futebol do Rio Grande do Norte, Roberto Fernandes, de 48 anos, teve sua primeira passagem no América em 2012, quando chegou ao clube após não conseguir boa campanha pelo Guaratinguetá-SP, no início do Campeonato Paulista daquele ano.

O time alvirrubro, na época, contratou Roberto para assumir o lugar de Flávio Araújo, que pediu para sair do clube após perder a final do primeiro turno do Campeonato Potiguar para o ABC.

A aposta da diretoria deu certo. Roberto Fernandes conquistou, naquele ano, o título de campeão estadual e impediu que o ABC fosse tricampeão. A equipe adversária já tinha vencido nos anos de 2010 e 2011. Além de levantar a taça, o treinador recebeu a premiação de melhor técnico da competição.

Após as conquistas, Roberto fez boa campanha na Série B do Campeonato Brasileiro. O time acabou em nono colocado, com 54 pontos, nove à frente do rival, ABC, que acabou em 12º, na ocasião.

No ano seguinte, em 2013, apesar de ter tido a melhor campanha no Estadual, o América perdeu a decisão para o Potiguar de Mossoró, nos pênaltis. Em seguida, foi eliminado da Copa do Nordeste. Depois de nove partidas no Brasileirão, Roberto foi demitido do alvirrubro. Fato curioso é que, nesta temporada, o técnico foi dispensado pela diretoria duas vezes. Na primeira, retornou dias depois.

O caminho seguido pelo treinador não foi muito distante do América. O ABC monitorou a situação de Roberto Fernandes e, em agosto daquele ano, o alvinegro anunciou a sua contratação, no intuito de livrar o clube do rebaixamento. Mais uma vez, o técnico cumpriu a meta e deixou time abecedista na 14ª colocação, uma atrás do América (13º), na Série B de 2013.

A união entre Roberto e o alvinegro durou apenas sete meses. O ABC ficou de fora da decisão do Estadual de 2014 e a diretoria abecedista optou por mudar o comando do time.

O retorno de Roberto para o RN não demorou muito. No mês de outubro de 2014, o América contratou novamente o técnico, na tentativa de melhorar o desempenho do clube na Série B. Porém, a queda naquele ano foi inevitável e o América ficou na 17ª posição e caiu para a Série C. O técnico ficou um ano ainda no clube e voltou a vencer o Campeonato Potiguar, mas, devido a divergências financeiras, o alvirrubro teve que dispensá-lo.

Depois desta saída, o treinador só voltou para o futebol potiguar em 2019, quando assumiu o ABC em mais uma tentativa de livrar o clube da queda. Desta vez, o técnico não conseguiu salvar o time e, apesar de ter tido bom desempenho, o clube optou pela não renovação do contrato, por conta do salário de Roberto.

Roberto Fernandes vem para sua terceira passagem do América e a quinta no futebol potiguar. Sobre sua chegada ao clube alvirrubro, o técnico enalteceu o trabalho feito pelo seu antecessor, Waguinho Dias, e disse que pretende não mudar muito, mas sim implantar suas ideias no elenco americano.

“O objetivo é resgatar o trabalho iniciado por Waguinho. Eu sempre acho que o equilíbrio é um ponto-chave. Na vitória não tá tudo certo e nem na derrota tudo errado. Procurar agora dentro da nossa vivência do futebol modificar aquilo que precisar ser feito, para que os atletas assimilem aquilo que tem que ser realizado dentro do jogo”, concluiu.

A estreia do treinador acontecerá já nesta quarta-feira (5), quando o América joga fora de casa contra o São Luiz (RS), no Estádio 19 de Outubro, em Ijuí, no Rio Grande do Sul, pela Copa do Brasil. Depois, a equipe vai para o Piauí, enfrentar o River, pela Copa do Nordeste. Com as viagens, Roberto só será apresentado oficialmente na semana que vem.

Deixe um comentário